PATROCINIOS

PATROCINIOS
links dos patrocinadores na barra lateral

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

ÚLTIMA SÉRIE DE FOTOS

404 fotos entre Lisboa e Vila Real De Santo António.



Agradecemos a todos os que fotografaram esta aventura, tornando assim possível guardar testemunho.

terça-feira, 31 de agosto de 2010

A PRIMEIRA SERIE DE FOTOS

499 fotos entre Caminha e Lisboa.


Em breve serão colocadas as restantes fotos.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

ESTA À VENDA


Um dos kayaks que fez a travessia da costa portuguesa!
Muito eficiente e fácil de manobrar apesar do comprimento.
O casco é em "V" arredondado, tem um rocker generoso para um bom comportamento em mar picado. O 4º compartimento estanque torna-se bastante prático nas travessias mais longas.

Dimensões:

Comp. 548 Cm / Larg. 57 Cm / Volume 335 Lts / Pesos canoísta 65-135 Kg

Cor branca, bom estado!!

Contacto: 922132547
info @ watertechkayaks.com




domingo, 1 de agosto de 2010

CABO SANTA MARIA

Uma das situações que passámos e sem nunca estar espera.

Após a 16ª etapa depois de dobrar os dois cabos São Vicente e Sagres pensámos que estávamos de férias, águas quentes e calmas, muito sol, sem dúvida um paraíso comparado com o que já tínhamos passado.
Fartos de tanto peso, antes de partir para 17ª etapa era hora de aliviar as nossas viaturas e aproveitar a presença da equipa de apoio para levar algum material para casa.

Uma atitude que durante a 18ª etapa notámos que se veio a tornar precipitada, após passar a ilha de faro cerca das 18 horas com rumo virado ao cabo de Santa Maria, (que poucos conhecem pelo nome mas a verdade é que ele existe e ficou bem gravado na minha memoria) tínhamos como objectivo virar esse cabo antes do anoitecer mas o problema foi começar a surgir, um vento muito forte a que os algarvios dão o nome de levante, e que alterou o mar algarvio que é muito conhecido como uma verdadeira piscina.
Tais condições começaram a dificultar o nosso objectivo, fortes correntes, vento forte, condições de mar um tanto alteradas fizeram-me lembrar que cabos de de reboque, rádios VHF tinham ficado para trás, algo que naquele momento poderia vir a fazer falta.

O excesso de confiança prega destas partidas, no futuro por melhores que sejam as condições meteorológicas, nunca deixarei qualquer material de segurança para trás.
Um dos conselhos que deixo é: nunca navegar no mar (seja qual for o local) sem todo o material de segurança necessário.

sábado, 31 de julho de 2010

FERIAS



Chegamos ao fim desta nossa aventura, chegou a altura de uns dias de descanso, voltaremos em breve com muitas fotos e algumas historias para contar.

Dedicamos a conclusão deste projecto a todos os portugueses, mas muito em especial aos nossos familiares e amigos, patrocinadores, equipa de apoio, elementos dos fóruns: Amigos da pagaia, KayakdeMarpt, Curte a Vida, Canoagemonline.
Para todos os particulares que fomos conhecendo nas praias ao longo do país, clubes, instituições, empresas, pescadores e nadadores salvadores, MUITO OBRIGADO.


quinta-feira, 29 de julho de 2010

21ª Etapa concluída

É com uma grande felicidade que a equipa do blog anuncia que terminou com sucesso, há escassos momentos, a Travessia de Portugal em Kayak.

A próxima mensagem será postada, brevemente, já pelo próprio Nuno Pereira.

Falta agora o regresso a casa.

PARABÉNS AOS DOIS AVENTUREIROS!! ACABARAM DE FAZER HISTÓRIA!!

27º Dia - 21ª Etapa - Ilha de Cabanas - Vila Real de Santo António

À hora marcada, começou a última etapa desta grande travessia. A dupla comprometeu-se a remar a um ritmo que lhes permitisse chegar também à hora marcada a VRSA, perto das 16h.

Não se sabendo o local exacto onde vão sair para terra, podemos "garantir" que pretendem entrar no Guadiana, e acabar da mesma forma que começaram: com Portugal numa margem, e Espanha na outra.

Mais noticías assim que possível :-)

Força!

quarta-feira, 28 de julho de 2010

26º Dia - 20ª Etapa - Ilha da Culatra - Ilha de Cabanas

Ficou concluída a 20ª etapa da travessia. Conforme previsto esta manhã (ver mensagem anterior) dividiram mesmo o percurso final em duas partes.

Estão neste momento na Ilha de Cabanas e faltam apenas cerca de 25km para avistar a tão desejada Vila Real de Santo António. Não sabem ao certo a distância porque o GPS continua avariado...

Para amanhã e finalmente, a última etapa desta epopeia, planeiam partir cerca das 11 da manhã e chegar ao destino cerca das 15:30/16.00h.

Irão entrar no Rio Guadiana e logo que possível encostam à margem para, aí sim, poderem dizer: chegámos ao fim :-)

26º Dia - Telemóvel avariado

Pois é! Uma garantia que os rapazes tinham desde o início era que o material que estão a usar teria muita dificuldade em resistir sem mazelas até ao fim. Praticamente todo o equipamento está a acusar quase um mês de exposição ao sol, à humidade e ao sal. O "telemóvel de serviço" deixou de colaborar e esgota a bateria em muito pouco tempo. Por essa razão deixaram de o poder ter ligado quando estão em terra, servindo apenas para ligar, dar rapidamente algumas informações para o blog, e voltam a desligá-lo de seguida. Pedem assim a compreensão de todos aqueles que gostariam de os contactar directamente, mas tornou-se impossível.

Outra garantia é que não fica concluída, hoje, esta aventura.
O Sueste que os atrapalha, acumulado com os cerca de 800km que já têm nos braços, e o descanso que nunca é tão reparador como seria desejável, não lhes permite fazer numa só etapa os 50km que faltam para chegar ao fim. A ideia é dividir a referida etapa em duas e o ojectivo para hoje é remar entre 20 a 30km. Não sabemos por isso onde irão ficar esta noite.

No entanto nunca se sabe se não lhes dá a "travadinha" e aceleram até à meta, mas é mesmo muito pouco provável que isso aconteça.

terça-feira, 27 de julho de 2010

25º Dia - 19ª Etapa - Praia da Falésia - Ilha da Culatra

Acabou finalmente a penúltima etapa desta grande epopeia. Com um mar que nada tem de Algarvio devido ao Sueste, e a consequente ondulação de Sul que em nada ajuda à navegação, chegar ao final acabou por não ser nada fácil para a Dupla de heróis.

Com a rebentação a começar a cerca de 50m da praia, foi um pouco assustador sair, mas acabou por correr bem.
Uma vez que segundo os entendidos (leia-se pescadores da zona) afirmam que este fenómeno costuma durar três dias, só amanhã se saberá se concretizam a etapa final ou não (parece que voltaram à costa Vicentina!).

Para agora ficam algumas fotos da chegada à Praia do Lourenço, essa sim, com um mar algarvio e em clima de férias :-)



Obrigado pelo contributo Paulo!

segunda-feira, 26 de julho de 2010

24º Dia - 18ª Etapa - Foz do Arade - Praia da Falésia

Ficou cumprida aquela que é a antepenúltima etapa da travessia. Num dia longo a remar, mas muito bem aproveitado, a dupla partiu já tarde para a água (cerca das 11.30h), e remou sem pressas pela Costa Algarvia.

Com as praias a convidar e sem apresentar grandes dificuldades para sair, acabaram por vir passar alguns momentos de descontracção e convívio a terra. Mais tarde, tinham uma recepção com sangria fresca na Praia do Lourenço (luxos, luxos!!).

No entanto o objectivo não ficou esquecido e voltaram ao mar, mas com o GPS de greve e o anoitecer rumaram a Marrocos (ou seria da sangria)!! Encontrada a rota, chegaram ao destino já noite cerrada. Uma vez que o GPS não funcionou, também não sabem precisar ao certo os km que remaram hoje. Amanhã o destino é Olhão.

Força, faltam só mais duas :-D

24º Dia

Não estando ainda, por esta hora, terminada a 18ª etapa, deixamos aqui algumas fotos tiradas na Praia da Arrifana, na semana passada.



Obrigado pelo contributo Rui!

O dia de hoje está a ser cumprido em ritmo de passeio, e os aventureiros remam agora ao luar. Estão prometidas fotos dos locais espectaculares por onde têm andado. Para breve!

domingo, 25 de julho de 2010

23º Dia - 17ª Etapa - Martinhal - Foz do Arade

Com a temperatura a convidar a ir para a água, esta etapa foi feita em ritmo de passeio, tendo terminado já bastante tarde.
Foram 44km a remar com tempo para apreciar a paisagem e as grutas nas falésias, sempre em boa companhia. Foram vários os kayakistas que se juntaram a eles em partes diferentes do percurso.

Em contagem decrescente para o final, partem amanhã, por volta das 11h, em direcção a Vilamoura, sendo o local exacto da chegada ainda uma incógnita. As últimas etapas desta travessia são para aproveitar o Verão, e para remar sem stress, desfrutando ao máximo as águas calmas do Algarve.

23º dia - uma reflexão

A dupla Nuno Pereira e Rui Calado que se lançou nesta aventura, acabou por confessar que após o terminus da mesma, irão, como de resto será compreensível, tirar uns dias de descanso onde não se irão dedicar aos kayakes mas sim a outros afazeres que o tempo dedicado à travessia deixou em atraso.

No entanto adiantaram também que depois desse merecido descanso, este blogue não irá terminar, bem pelo contrário, agora com tempo a dupla dedicará a ele a sua atenção, indo fazer actualizações com fotos e comentários.

Adiantaram também que têm como previsão para a chegada desta aventura o dia de 4ª feira, pelas 18h.

sábado, 24 de julho de 2010

22º dia - uma novidade

Nuno Pereira aproveitando o ambiente festivo que hoje se vive, acabou por avançar com uma grande novidade.

Como se pode perceber este blogue foi criado com o objectivo de possibilitar a Nuno e Rui relatarem a um nível diário a travessia e as etapas à medida que as mesmas fossem acontecendo.

No entanto como se pode entender não se pretendia um relato extenso e exaustivo, sendo que as mensagens passadas pela dupla fizeram sempre sobressair os pontos mais positivos de toda a viagem, não tendo destacado os pontos mais difíceis ou mais negativos,mas como podem depreender nem tudo terá sido um "mar de rosas".

Nuno Pereira avançou com a novidade que no fim da travessia tem planeado escrever um livro onde colocará os seus conselhos e relatos pessoais, não excluindo os bocados que poderiam ter corrido melhor, o que foi ou não acertado, etc.

Segundo avançou o livro está planeado, a vontade de o escrever é muita, ficará apenas dependente dos contactos e apoios que mais tarde serão tentados junto das editoras.

22º dia - 16ª etapa - Arrifana - Praia do Martinhal

Passadas 7h:50m a remar cerca de 45km, Nuno, Rui e os restantes kayakistas que os acompanharam conseguiram levar a bom termo a dobragem dos 2 cabos, S. Vicente e Sagres.

Este percurso, especialmente pelo Cabo de Sagres, requeria alguns cuidados e o melhor tempo possivel para que a passagem fosse feita em segurança, e tal como cuidadosamente planeado na paragem de ontem, as condições climatéricas ajudaram e a etapa cumpriu-se sem sobressaltos.

Dobrado o Cabo de Sagres a praia escolhida para o fim da etapa foi a praia do Martinhal. A etapa de hoje representa um marco importante na travessia, pois embora ainda haja algumas etapas a cumprir pode-se finalmente arriscar a afirmação que já se vê uma luz ao fundo do tunel.

Hoje é portanto dia de festa, havendo lugar a uma "tainada" trazida do norte de Portugal por alguns dos kayakistas que hoje acompanharam a dupla da travessia, um pouco por isso mesmo para amanhã não está estipulada uma hora de partida.

Nuno e Rui adiantaram que têm planeado tentar dividir o restante percurso em 4 etapas até ao final, embora tenham adiantado que não está ainda nada de concreto decidido.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

21º dia - dia de paragem

O dia de hoje foi novamente passado em terra, aguardando a janela de oportunidade que se prevê existir amanhã nas condições meteorológicas, para iniciarem a sua tentativa de dobragem de mais dois cabos, desta vez o de S. Vicente e o de Sagres.

Caso sejam bem sucedidos nas suas intenções ficará apenas a faltar a dobragem de mais um cabo nesta travessia.

O arranque para a etapa de amanhã está previsto ser bem cedo, pelas 7h da manhã sendo no máximo adiada até as 9h.

Na etapa de amanhã Nuno e Rui vão contar também com a companhia de mais alguns kayakistas que a eles se vão juntar desfrutando assim também um pouco desta grande aventura.

O final da etapa está programado para uma praia, passado o Cabo de Sagres, ainda a definir, pois a dupla nem a noção que é fim-de-semana e que como estarão acompanhados por outros kayakistas terá que haver um compromisso entre a acessibilidade e o isolamento da praia a escolher.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

20º Dia - 15ª Etapa - Vila Nova de Mil Fontes - Arrifana

Ao 20º dia desta aventura ficou finalmente cumprida a 15ª etapa.
Após uma paragem forçada em Vila Nova de Mil Fontes, os rapazes tiveram de arriscar, uma vez que as previsões continuaram sempre más. Para amanhã seriam ainda piores e tinham de aproveitar este dia pois o objectivo é dobrar Sagres no próximo sábado, dia em que a meteorologia lhes vai dar algumas tréguas.

Em 7 horas remaram 52km com vento forte, mar grande e agitado. Ficou para trás o Cabo Sardão, e a chegada à Arrifana foi quase como que um prémio pela perseverança que demonstraram ter nos últimos dias. Sem ondas e sem quaisquer problemas.

Amanhã será, não um dia de descanso (estão fartos disso!), mas sim um dia de espera para sábado, como foi já referido, rumarem então a Sagres, o último grande desafio geológico desta "epopeia".

São Vicente à vista!! Disseram felizes à chegada :-D

20º Dia - 15ª Etapa

Nuno e Rui fazem-se hoje ao Mar pelas 09:30, saindo finalmente de Vila Nova de Mil Fontes. Apesar de algumas condições adversas vão tentar chegar à Arrifana, numa etapa com cerca de 50km.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

19º Dia de "Travessia"

Continuando as condições desfavoráveis, a Dupla optou por ficar novamente em Terra.
Durante o dia de hoje teria sido possível sair para a água (com um mar algo agitado, mas navegável), no entanto o vento e a ondulação previstos para a parte da tarde, iriam tornar a saída na Arrifana demasiado arriscada.

Com o objectivo de não compremeter a integridade deles próprios e dos kayaks, os aventureiros continuam (a muito custo) em seco. Apesar de ambos gostarem de Vila Nova de Mil Fontes, já só lhes apetece ver este local pelas costas!

terça-feira, 20 de julho de 2010

18º dia - continuam as condições adversas

As previsões de ontem manifestaram-se correctas, com tais condições de mar que obrigaram a dupla a ficar mais um dia em terra.

Pelas 11:30 Nuno e Rui assistiram à chegada atribulada de quatro espanhóis, que teriam saído de Porto Covo, tendo um deles que se mandar a água e vir a nadar sendo outro socorrido por uma mota de água dos nadadores salvadores.

A decisão de ficarem em Vila Nova de Milfontes naquele momento pareceu ainda mais acertada.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Guincho Velho

Uma praia que poucos têm o privilégio de conhecer. Através do olhar de Rui Guerra, ficam aqui algumas fotos da Praia do Guincho Velho (9ª etapa).

17º Dia - 3º dia de descanso

Num dia de descanso forçado, o Nuno dormitou o dia todo, e o Rui aproveitou para ler um livro.
Ao final da tarde tentaram pescar alguma coisa para o jantar. A esta hora já andam na "lida doméstica" e lavam a loiça após um belo repasto de... MASSA!!! (para variar!)

17º Dia

O nevoeiro cerrado pela manhã, e as más condições de tempo previstas para a tarde, não permitem que Nuno e Rui se façam hoje ao mar.

Não tendo a Costa Vicentina Portos de Abrigo, sendo pejada por praias com muita rocha e os kayaks carregados como estão, são factores que não lhes permitem correr grandes riscos.

Dadas as previsões para esta semana poderá ser algo complicado seguir viagem. Será uma semana com muitas paragens, ou com navegação bastante arriscada.

Deixamos aqui 2 vídeos da 7ª etapa (S. Martinho do Porto - Peniche)

Vídeo de Eduardo Rodrigues



Vídeo de Maritimus

domingo, 18 de julho de 2010

15ª Etapa

Sendo a Costa Vicentina praticamente desprovida de Portos de Abrigo, a dupla de aventureiros prefere "jogar pelo seguro" e avaliar muito bem as condições meteorológicas. Esta medida faz todo o sentido, pois se no decorrer das etapas o mar e o vento ficarem muito alterados, não têm onde se refugiar.

Assim, a 15ª etapa será entre Vila Nova de Mil Fontes e Odeceixe, com aproximadamente 34 km, mas só será concretizada amanhã se as condições o permitirem.
O final da travessia poderá desta forma ser protelado, mas tudo será feito com o objectivo de chegar ao fim.


16º Dia - 14ª Etapa - Sines - Vila Nova de Mil Fontes

Está já por esta hora cumprida a 14ª etapa. Foram cerca de 30km em pouco mais de 4 horas. A dupla partiu às 10h, tentando aproveitar ao máximo o vento favorável. A brisa acabou por ajudar um pouco, e permitiu uma saída sem problemas em Vila Nova de Mil Fontes.

Fotos da partida em Sines

Conforme foi já referido, "daqui para baixo" as etapas vão ser cuidadosamente estudadas de modo a acertar com os ventos favoráveis, e a navegar sem pressas. Por essa razão, só mais ao final do dia de hoje será postada a etapa para amanhã.

sábado, 17 de julho de 2010

15º DIA 2º DESCANSO

Após um dia de um grande desgaste que foi a 13ª etapa Nuno e Rui preferiram um belo dia de descanso.
Durante o dia preparam alimentação, agua e todo o material.



Amanhã a partida da 14ª etapa está prevista para as 9 da manhã, o destino provável será Vila Nova de Mil Fontes.

A partir de agora, as etapas da Costa Vicentina poderão ser alteradas, em função de abrandar o ritmo para permitir que a sul do país varias pessoas se possam juntar a eles dentro de água, durante o fim de semana.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

14º dia - 13ª etapa - Praia dos Coelhos - Praia de Sines

A etapa de hoje foi longa e cansativa mas o Nuno e o Rui chegaram bem à praia do Porto de Abrigo de Sines (Praia Vasco da Gama). Foram 64km, onde o vento, a ondulação e sobretudo o cansaço começaram a causar problemas.

A etapa começou com o mar calmo e bom tempo, permitindo um muito bom ritmo de navegação. Chegaram a estar bastante afastados da costa onde se cruzaram com a lancha da guarda costeira (que não quis nada com eles).

Os problemas começaram à hora de almoço quando o Nuno se cortou na mão com a faca enquanto preparava uma sandes. Depois de curativo e muitos pensos continuaram a viagem para sul.

Os últimos 25km foram feitos com muito vento e ondulação lateral, que apesar de não impossibilitar a navegação, a tornou mais cansativa. Para transpor o Cabo de Sines tiveram se se afastar da costa por causa da ondulação o que aumentou ainda o percurso programado para o dia.

Neste momento estão na Praia Vasco da Gama, onde repousam do cansaço da etapa e ponderam o dia de amanhã. Uma vez que esta foi a etapa mais dura até à data, amanhã vai ser dia de descanso.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

13º dia - 12ª etapa - Sesimbra - Praia dos Coelhos

Mais uma etapa cumprida. Os nossos navegantes chegaram à Praia dos Coelhos.

Foi uma etapa, nas palavras dos próprios, de "descanso activo".

Uns relaxantes 16,5 km, feitos na companhia de mais alguns amigos.

Carlos Martins, Elisabete e Paulo, fizeram questão de os acompanhar nesta etapa.

Amanhã a dupla vai tentar chegar a Sines, para tal têm nos planos arrancarem bem cedo, pelas 8 da manhã.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

12º dia - 11ª Etapa - Praia da Cornélia - Sesimbra

A etapa de hoje era uma das mais aguardadas pela dupla. Foi "vencido" o Cabo Espichel e a partir de agora começa a contagem decrescente até ao final.

Tendo remado 34km, os aventureiros irão pernoitar na Praia da Ribeira do Cavalo. Um local que faz o Kayak de Mar valer ainda mais a pena (a imagem fala por si).




Amanhã a saída será às 14.00h em direcção à Praia dos Coelhos, já mais do lado de Setúbal. Será assim um dia de "descanso", em que ficará para trás uma das partes mais bonitas de todo o percurso.

Deixamos ainda uma foto dos golfinhos que os animaram na 9ª etapa, entre a Ericeira e o Guincho Velho.

terça-feira, 13 de julho de 2010

11º DIA 10ª ETAPA

33km foi a distância da etapa de hoje. Começando a acusar algum cansaço, os dois não desistem de tentar cumprir esta aventura até ao final.

De manhã tiveram a companhia do Vasco e do Pevide até Oeiras. Depois rumaram em direcção ao Bugio, e saíram já na outra banda, na Cova do Vapor. O Tejo, com uma corrente muito forte não deu tréguas, e fizeram um intervalo para depois seguirem para a Praia da Cornélia.

Enquanto preparavam o material para uma saída nas ondas veio um set antecipado (e enorme) que os fez nadar um pouco!







Na areia um grupo assistiu ao viranço literalmente à gargalhada. Mais uma vez uma recepção animada de amigos :-)

Para amanhã a partida está prevista para as 09.00h, em direcção a Sesimbra.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

10º Dia - 9ª Etapa - Ericeira - Guincho Velho

Após uma noite agitada, Nuno e Rui não desanimaram e continuaram o seu trajecto em direcção ao Algarve.

Os canoistas partiram por volta das 10.00h, e para os compensar tiveram, durante bastante tempo a companhia de cinco golfinhos. Hoje o Rui fez ainda uma tentativa de pesca. Montou amostras no kayak e arrastou-as durante os 26km desta etapa. Nada!
O mar e o vento foram sempre favoráveis até ao Cabo da Roca, sendo um dia bastante agradável. Logo a seguir apanharam uma alteração súbita na intensidade do vento, que os obrigou a sair para terra na segunda praia que avistaram, a praia do Guincho Velho.




Amanhã, estão a prever sair para o mar entre as 09.00 e as 9.30h.
Para aqueles que se quiserem juntar nesta etapa, a dupla pediu para informar que irão encostar numa praia em Cascais, o que deverá acontecer por volta das 11.00/11.30h (só in loco é que saberão ao certo qual). A sugestão é ficar alerta numa das primeiras praias. O acesso por terra à Praia do Guincho Velho é extremamente complicado, para não dizer impossível a carregar kayaks.
Todos os que quiserem acompanhá-los até à zona de Oeiras são muito bem-vindos. Apelando à compreensão daqueles que pretendiam participar nesta etapa em toda a sua extensão, os rapazes preferem atravessar a barra do Tejo sozinhos. A razão é simples. Todos sabemos que não é permitido fazê-lo e dois kayaks são menos visíveis que um grupo...
A saída está programada para a Praia da Cornélia, na Costa da Caparica.

Para hoje ficam ainda mais duas curiosidades:

- O farol que consideram mais bonito, até ao momento, é o de de S. Pedro de Moel.
- O cabo eleito também como o mais bonito é o Cabo da Roca.




Nuno e Rui atacados

A dupla da travessia, Nuno Pereira e Rui Calado, foram hoje atacados.

O triste e potencialmente perigoso acontecimento teve lugar na praia do Porto de Abrigo, na Ericeira, sítio escolhido para a pernoita, estando o acampamento montado entre um bar e uma muralha com cerca de 2o metros de altura, tendo o ataque ocorrido enquanto a dupla dormia e recuperava forças para a etapa seguinte.

Pelas 2h:40m, Nuno e Rui sentiram um forte estrondo na tenda. Ainda não refeitos do susto, tendo pensado que alguém os atacava com um barrote de madeira, (tendo-se mais tarde confirmado que seria um basalto de calçada arremessado do alto da muralha) preparavam-se para sair da mesma quando, passados apenas uns instantes, sentiram cair-lhes em cima um enorme pedregulho, que desta vez trespassou a tenda, rasgando-a, torcendo algumas varetas e partindo outras.

A dupla saiu apressadamente da tenda procurando, em vão, alguém na praia. Reparam num grupo de 2 ou 3 pessoas lá em cima na muralha. Depressa começaram a gritar e a chamar a atenção tendo tal acto como consequência o arremesso de nova pedra na tentativa de os acertar.

Estando confirmado que se tratava de uma tentativa deliberada de os atingir, Nuno correu pela estrada até ao cimo da muralha não encontrando porém já ninguém no local, apenas garrafas vazias.

Como consequência destes eventos só conseguiram voltar a deitar-se já pelas 4h:30m, desta vez por questões de segurança junto aos kayaks. Um resto de noite muito mal passado, em constante sobressalto e à mercê da humidade que se faz sentir naquela zona. A manhã não trouxe nenhum alento, acordaram junto aos kayaks cansados e completamente encharcados.

Nuno e Rui saíram daquele local o mais cedo que puderam, tendo como objectivo chegar ao próximo local de descanso com bastante tempo para recomporem as forças.

A dupla sofreu um valente susto, apenas por uma questão de sorte, e de milímetros, a pedra maior que conseguiu romper a tenda caiu mesmo junto aos seus pés não atingindo nenhuma parte do corpo, caso isso sucedesse tal acto teria de certo consequências mais graves, ou mesmo fatais, caso algum deles fosse atingido na cabeça.

Apesar deste revés a travessia continua, Nuno e Rui só querem remar para a frente e deixar para trás estes acontecimentos.

domingo, 11 de julho de 2010

9º Dia - 8ª Etapa - Peniche Ericeira

Ficou hoje cumprida a 8ª Etapa da Travessia. De Peniche à Ericeira, a dupla remou 45 km, durante 7.20h, e encontra-se por esta hora, já a descansar e a preparar o trajecto de amanhã.

Nuno e Rui, vêm com um excelente ritmo pelo país abaixo. O mar e as condições meteorológicas têm ajudado, bem como a motivação trazida pelos amigos e seguidores que têm demonstrado o seu apoio, de várias formas e por vários meios.

A 9ª etapa foi ligeiramente ajustada em função da segurança em terra. A partida está prevista para as 11 da manhã, do Porto de Abrigo da Ericeira. A chegada/acampamento será numa praia junto ao Cabo da Roca, e sem acesso terrestre.

Amanhã serão fornecidos mais pormenores sobre a 10ª parte do percurso (Cascais - Trafaria).



Água consumida nas grandes etapas

Um dos muitos dados que irão de certo resultar desta travessia, Nuno e Rui, nas etapas maiores beberam 4 litros de água.

8º dia, 7ª etapa, S. Martinho do Porto - Peniche

Uma etapa curta realizada na companhia do Maritimus e do Eduardo Rodrigues.

Amanhã a travessia continua até à Ericeira.

Fotos de Eduardo Rodrigues

Fotos Maritimus



Vídeo Eduardo Rodrigues



Vídeo Maritimus

sexta-feira, 9 de julho de 2010

7ª etapa

Amanhã a 7ª etapa vai ser curta para recuperar de distância de hoje.

De S. Martinho do Porto até Peniche, com saída prevista das as 10horas

7º dia, 6º etapa, Figueira da Foz - S. Martinho do Porto

tDepois de 80km certos e 12:19h a remar, o Nuno e o Rui chegaram a S. Martinho do Porto. Uma etapa longa e cansativa, com o mar e o vento a crescerem no final da etapa.

Agora os rapazes estão a tentar aquecer para jantar, descansar e amanhã continuar. Mais tarde serão publicados os horários para a etapa de amanhã.

Nuno e Rui respondem - 3ª Parte

Tal como prometido, a 3ª e última parte das respostas colocadas ao Nuno e ao Rui, durante o dia de ontem, dedicado ao descanso e à recuperação.


Perguntas de AC:
- Qual a maior dificuldade até agora?
(Resposta Nuno e Rui) – A etapa (3 etapa) onde me apareceu uma grande dor de cabeça e ao Rui uma dor no ombro. Tal como a etapa de ontem (5 etapa – Aveiro – Fig. Foz), onde passámos muito tempo dentro do kayak a remar com vento contra, sempre com a preocupação do risco acrescido que poderia ser chegar à noite, à Figueira da Foz.

- Houve algo que pensavam vir a ser difícil mas depois até se revelou fácil?
(Resposta Nuno e Rui) – Sim, a saída em Espinho levantou-nos algumas preocupações, sem portos de abrigo ou barra, mas conseguimos sair sem qualquer problema.

- Uma mensagem para o pessoal que acompanha a travessia?
(Resposta Nuno e Rui) – Que vão gozando connosco esta nossa aventura e vão acompanhando a nossa tentativa de a levar a bom termo.

- Estão a ter noção ou feedback do interesse que a travessia está a manifestar, pelo menos na comunidade canoista?
(Resposta Nuno e Rui) – Estamos a ter alguma noção, de certeza não tanta como vocês, aí desse lado. Notamos isso porque encontramos barcos no mar que se dirigem a nós a perguntar se somos aqueles que estão a fazer a travessia e a desejarmo-nos boa sorte. Nas praias encontramos sempre gente que se dirige a nós e quer tirar fotografias porque nos viram na tv.

- Qual o concelho que dão a quem vos quiser acompanhar?
(Resposta Nuno e Rui) – Que venham bem equipados e que tenham a certeza de poder enfrentar as possíveis dificuldades que possam aparecer.

- Qual o sentimento na partida e final das etapas?
(Resposta Nuno e Rui) – Na partida o sentimento é de confiança. Assim que nos lançamos à água começamos logo numa gestão de esforço, alguma concentração e repensar nas decisões tomadas para aquela etapa. À chegada há uma breve sensação de dever cumprido, pois logo que saímos da água começamos a preparar a próxima jornada, consultas ao GPS, preparação das barras e da água para o dia seguinte.

- O que mais é que o pessoal da comunidade canoista, que pelo seu interesse será a que acompanha mais esta aventura, pode fazer para ajudar?
(Resposta Nuno e Rui) – Gostaríamos que tivessem presentes na chegada para uma grande festa, afinal esta aventura é um pouco de todos nós, isto claro, se conseguirmos lá chegar (disse o Nuno entre risos comprovando a boa disposição em que se encontram)

Obrigado pelo contributo AC!

6ª etapa - Alteração do local de chegada

O local de chegada da 6ª etapa, previsto para a Nazaré, foi alterado para São Martinho do Porto.

A dupla leva um bom andamento e deverá chegar a terra às 20.00h, ou mesmo um pouco antes.

Até logo rapazes!!!

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Nuno e Rui respondem - 2ª Parte

Já em plena 6ª etapa (os heróis partiram pouco depois das 7:00h) deixamos aqui as respostas às perguntas colocadas pelo Karl, no fórum dos Amigos da Pagaia.

Perguntas de KARL:
- Qual o número ideal de elementos do grupo fixo para esta travessia? Seria melhor 3 ou 2 é o ideal?
(Resposta Nuno e Rui) - Engraçado pois já falámos sobre isso, 3 ou mesmo 4 seria melhor.

-Se fosse só um seria viável ou era muito mais difícil?
(Resposta Nuno e Rui) - Viável era, mas sem qualquer dúvida muito mais difícil, principalmente pela solidão.

- As horas de calor não são muito cansativas?
(Resposta Nuno e Rui) - Não temos sentido o calor que está em terra, bem pelo contrário, temos sentido frio, em algumas etapas chegamos quase gelados a terra.

- Porque não optam por sair bem cedo? Não seria mais fácil?
(Resposta Nuno e Rui) - Normalmente nunca conseguimos ir descansar muito cedo, pois a montagem do acampamento exige que seja feita o mais tarde possível. Também tem havido sempre excelente companhia para dois dedos de conversa, assim, optamos por arrancar mais tarde para conseguirmos um maior período de descanso, descanso esse que faz bastante falta e é um factor crucial para levar a bom termo a etapa do dia.

- Não tem havido acompanhamento das nossas televisões, excepto a TVI na partida. Houve pouca divulgação junto dos órgãos de comunicação ou o "problema" é o facto de tudo estar a correr bem e assim não terem notícia?
(Resposta Nuno e Rui) - Não estamos nada preocupados com isso, houve mais alguns contactos, mas não queremos adiantar nada porque não é ainda nada certo, no fundo o que nos interessa realmente é a conclusão desta travessia sem qualquer incidente.

- A recepção à chegada está a ser a esperada ou esperavam mais pessoal a dar as boas vindas?
(Resposta Nuno e Rui) - Esse aspecto tem sido uma agradável surpresa, tem superado as nossas melhores expectativas. Em todas as praias tem havido gente a apoiar-nos, e constatamos com especial agrado a presença em todas elas de pelo menos um dos AP (Amigos da Pagaia) a dar-nos o seu apoio.


Obrigado pelo contributo Karl!

Nuno e Rui respondem - 1ª Parte

Nuno Pereira e Rui Calado aproveitaram este dia de descanso para colocarem alguns assuntos em dia (já fizeram a barba :)) bem como, numa tentativa de agradecimento por todo o apoio demonstrado, responderem a algumas questões da comunidade canoista que com tanto interesse os segue nesta aventura.

Vamos colocar as respostas às perguntas em três partes. Fica já a primeira:

Perguntas de JFV3:
- Qual o Farol mais bonito da nossa costa?
(Resposta Nuno e Rui) – Bem até agora, por onde passámos será o de Aveiro. É grande e bastante bonito, claro que muito contribui o facto de o podermos ver de perto, já que os outros só os avistamos de longe.

- Já conseguiram pescar alguma coisa?
(Resposta Nuno e Rui) – Não, mas ainda nem sequer tentámos. Estamos a deixar isso para etapas mais para a frente, na zona de Sesimbra, Cascais, embora tenhamos visto bastante peixe.

- Para a próxima o que deixariam de certeza em terra? E o que levariam de certeza?
(Resposta Nuno e Rui) – Até agora tudo tem estado a ser usado, ainda não demos com equipamento que se possa considerar supérfluo, por outro lado também ainda não tivemos falta de nada, penso que seja fruto da boa preparação previa que foi feita.

- O painel solar tem funcionado? Como é que evitam que a água lhe chegue?
(Resposta Nuno e Rui) – Sim tem funcionado muito bem, mas só o temos estado a usar em terra.

- Reparei que levaram bombas de mão... não confiam nas de pé?
(Resposta Nuno e Rui) – A questão não passa pela falta de confiança, é mais por terem mais utilidade ao permitirem serem usadas em outro kayak, assim, em algum caso de avaria, a outra dará conta do recado.

- Como têm corrido as chegadas às praias? Tem havido cambalhotas?
(Resposta Nuno e Rui) – Até agora as chegadas tem corrido bastante bem, sem qualquer cambalhota, pirueta ou afins.


Obrigado pelo contributo JFV3!

Dia de folga

Pois é! Sempre se decidiram a fazer uma paragem para descansar e recuperar forças.
Hoje o vento não iria estar a favor e fica para amanhã a continuação desta epopeia.

A etapa Figueira da Foz - Nazaré será realizada amanhã, sexta-feira.

Obrigada a todos pelas visitas ao pessoal, pelas fotos e pelos votos de sucesso.

quarta-feira, 7 de julho de 2010

5º Dia - 5ª etapa - Aveiro - Figueira da Foz

Foram mais de 60kms e quase 12 horas a remar. Está feito!!

Depois de 5 dias a dar aos braços, os aventureiros chegaram à Praia da Tamargueira, na Figueira da Foz. Apesar da distância ser muito longa, a etapa correu bem e as condições do mar foram favoráveis. Também hoje tiveram algumas visitas! Duas motas de água do ISN, que foram apenas cumprimentar e garantir que estava tudo bem, e uns pescadores que (com os kayaks pesados como estão) os confundiram com uns arrastões da concorrência ;-)

À chegada foram recebidos por pessoal da Figueira que se juntou para as últimas centenas de metros no mar.

O amigo Papamilhas leva mais uma vez a janta. Companheirismo é coisa que não tem faltado aos rapazes. São muitas as ofertas de apoio que têm chegado literalmente de Norte a Sul do país. O pessoal está a corresponder muito acima das expectativas, mas a comunidade kayakista é mesmo assim :-)

A próxima etapa será entre a Figueira da Foz e a Nazaré, também muito puxada em termos de distância (67km). Por esta razão, e porque são já cinco dias seguidos a pagaiar, os protagonistas só amanhã decidem se entram no mar ou se descansam.

Para finalizar, mais um cheirinho do dia de ontem!

4º dia - 4ª etapa - Espinho - Aveiro

Depois de um peixinho grelhado no final da terceira etapa, e uma noite com direito a foguetes, obras e pescadores, o Nuno e o Rui partiram para a 4ª etapa acompanhados pelo Dan.

Um dia com o mar mais calmo e praticamente sem vento obrigou a um esforço um pouco acrescido para terminar os 45km da etapa. Contudo, a conversa entre os 3, as visitas de patos, mergulhões e um golfinho, as pausas regulares para os reforços alimentares, etc, levaram a quase 8horas de mar bastante agradáveis.



À chegada, a visita de mais amigos deu ainda mais força para continuar a travessia.

O dia acabou ainda cedo, para os 2 canonistas descansarem e amanhã partirem para uma nova etapa com cerca de 60km, até à Figueira da Foz.

Mais fotos e videos:
Pevide (picasa)
Pevide (youtube)

segunda-feira, 5 de julho de 2010

3º DIA - 3ª ETAPA

Mais uma etapa cumprida na travessia.
O percurso entre Vila do Conde e Espinho foi feito com o mar umas vezes calmo, outras vezes agitado (para não perder o interesse :-) ).
Os protagonistas começam agora a sentir algum cansaço. O Nuno foi assaltado por uma forte dor de cabeça (talvez do sol, talvez da falta de descanso...), e o Rui está com uma dor no ombro (talvez de remar!!!). Nada que os impeça de continuar, já que sabiam que não ia ser fácil.

Espinho - fotos de Miguel Waterfamily

A etapa de amanhã será entre Espinho e Aveiro e tem a distância aproximada de 45 km. As previsões meteorológicas são favoráveis.
A partida está prevista para as 10:00h, da Praia do Bairro dos Pescadores, em Espinho. A chegada vai acontecer por volta das 17:00h, na Praia da Barra em Aveiro

Entretanto deixamos aqui mais algumas fotos da 1ª etapa (partida e chegada) e da partida da 2ª etapa. Esperamos que gostem!

1ª Etapa - Vídeos e Fotos

Com os nossos agradecimentos ao amigo Oscar e Fugy, aqui ficam uns vídeos e fotos da saída e chegada da 1ª etapa da travessia.

Vídeos de Oscar

1ª Etapa - Saída
video

1ª Etapa - Chegada
video


Fotos de Fugy

domingo, 4 de julho de 2010

Segunda etapa cumprida

A segunda etapa está cumprida com sucesso. Acabamos de chegar a Vila do Conde, o dia esteve calmo, sem nada de maior a assinalar.

Imagem do acampamento, com os agradecimentos ao amigo Miguel.

Descrição da Primeira Etapa

Ao mesmo tempo que se está a iniciar a segunda etapa da Travessia, fica o resumo da primeira.

Os protagonistas desta aventura foram acompanhados pelos amigos APs Dan, Quim, Jonas, Matinhas, Papamilhas, Oscar (Fuji) e Alex no mar, e ainda pela Joana, Sofia e o Oscar (P) por terra. Tiveram ainda a visita de mais amigos para dar força ao final da tarde e animar a janta...

A etapa correu de vento em popa, quase sempre com vaga média/alta para ajudar na surfada. Foram feitos resgates no mar com grande sucesso, antevendo já que a entreajuda vai sempre permitir uma navegação bastante segura.

Agora é continuar com força no desenrolar desta aventura, etapa após etapa, até Vila Real de Santo António.


Vídeos de Oscar (P)
1ª Etapa - Saída

video

1ª Etapa - Chegada
video

Fotos de Fugy

sábado, 3 de julho de 2010

TVi Jornal da Tarde

A TVi, um dos órgãos de comunicação social que marcou presença no arranque desta aventura, passou a entrevista no jornal da tarde de hoje.

Clique aqui para a visionar

1º Dia - 1ª Etapa

Foi com uma grande satisfação que vimos os rapazes partir para a travessia.
A partir de hoje, a contagem decrescente é para a chegada.



Está cumprida a primeira etapa, de Caminha a Viana do Castelo. Com a companhia de alguns APs e da Nortada...




Segue-se agora a típica tainada da zona, e amanhã há mais :-)

sexta-feira, 2 de julho de 2010

OBSERVANDO O MAR EM CAMINHA

A poucas horas da partida a dupla faz uma analise do estado do mar.



Saldo positivo!

A travessia no Barlavento on Line

O jornal Barlavento, na sua edição on line, também noticiou a travessia.

Podem ler aqui a notícia.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

A travessia no Diário de Aveiro

O jornal Diário de Aveiro também fez a sua publicação sobre a travessia.


Nota: pedimos desculpa pela fraca qualidade da imagem.

VAI COMEÇAR!


No inicio não passava de uma ideia, um sonho para um dia se realizar, depois o coração falou mais alto e o projecto nasceu, AGORA É UMA CERTEZA.


Os dois kayakers portugueses, Nuno Pereira e Rui Calado têm tudo preparado para dar inicio à tentativa inédita de percorrer toda a costa portuguesa em kayak de mar.


Esta aventura pode ser seguida diariamente neste blog.





A partida está marcada para sábado, dia 3 de Julho em caminha às 11 horas, estando a concentração prevista para as 10 horas.


Para registar o início desta aventura marcarão presença alguns meios de comunicação social, nomeadamente os canais de tv SIC e TVi.

Os dois kayakers lançam o convite a todos os que quiserem, ou poderem, comparecer no local da partida para demonstrarem o seu apoio e incentivo a esta dupla de aventureiros.




A primeira etapa, uma das mais pequenas, levará os 2 kayakers a percorrer 27 km, terminando em Viana do Castelo.

A AVENTURA VAI COMEÇAR...

terça-feira, 29 de junho de 2010

AS PAGAIAS DE NUNO PEREIRA

A mais completa loja para os kayakers portugueses, com material para todas vertentes da canoagem, tendo como objectivo a satisfação do cliente e das suas maiores exigências, tirando vantagem da venda on line consegue trabalhar para todo o pais e estrangeiro, possibilitando e facilitando a aquisição de material de outros países.

Nuno Pereira é a prova disso, usa uma pagaia que foi encomendada no estrangeiro, de propósito para a travessia, através do excelente serviço da watertech.


Características da pagaia:

blade Cat.# - 00828
blade design - carbon
blade construction - carbon, epoxy
edges reiforced by - alloy
blade width - 190 mm
blade length - 510 mm
weight of the blade - 630 g

segunda-feira, 28 de junho de 2010

PROBLEMAS TÉCNICOS

Devido a alguns problemas técnicos, aos quais o blogue foi alheio, alguns comentários, embora aprovados pela moderação, não apareceram na página.
Pelo facto, apresentamos as desculpas aos nossos seguidores, mas nada podemos fazer para resolver este problema momentâneo.

DESCANSAR NO MAR

Nas etapas maiores, quando o mar permitir, os dois kayakers terão que fazer pequenas paragens, alimentação e hidratação são coisas que não podem dispensar.
De modo a tornar estas paragens mais seguras a diving & sailor fabricou duas ancoras flutuantes.

Obrigado Diving & sailor.



Uma empresa em fase de arranque que vai trabalhar no fabrico de componentes em neoprene (fatos, saiotes, e outros acessórios) para as modalidades de remo e mergulho.
Todos os produtos poderão ser feitos por encomenda e personalizados com as medidas do cliente.

localização e contactos:
Rua Sá de Miranda Nº 8
2840-443 Torre da Marinha - Seixal

Telmo:
96 68 53 976/91 65 90 182
e-mail:
divingsailor1@gmail.com

domingo, 27 de junho de 2010

DIVULGAÇÃO

Actualmente este blog tem muitos seguidores, amigos e visitantes.
A sua divulgação tem sido feita de várias maneiras. O maior contributo tem sido o dos fóruns e dos parceiros na net. Sem dúvida que sem eles não teríamos atingido este grande número de visitas (6684 à hora deste post).

FORUNS:


AMIGOS DA PAGAIA



KAYAKdeMARpt

sexta-feira, 25 de junho de 2010

O KAYAK DO RUI CALADO



Aqui está o kayak que o Rui Calado vai levar na travessia, já decorado com quase todos os autocolantes dos patrocinadores.
É um kayak com casco tipo Inglês, em fibra de vidro, com um bom rocker, mede 548 cm por 57 cm de largura. Tem 379 Lts de flutuação, pesa 26 Kg vazio e aguenta 135 Kg de carga incluindo o canoísta.



Vai ser interessante pois teremos a velha disputa entre um kayak com leme - o C-Tek - e outro que usa patilhão retráctil... no final iremos tentar tirar alguma conclusão do qual se comporta melhor nos diferentes tipos de condições de mar.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

APOIO IMPORTANTE

Todos os apoios são sempre importantes. A ASSOCIAÇÃO NÁUTICA DO SEIXAL foi um deles e abriu as portas a Nuno Pereira para fazer a sua preparação.
Localizado a 100m da água, é sem dúvida o local ideal para ter o kayak de treino, tem condições para lavar a embarcação e tomar banho. Desde o início que as chaves das instalações foram cedidas para ter acesso à hora que pretende. É sem dúvida o melhor que se pode ter.

Obrigado ANS.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

A EQUIPA / O PROJECTO / FUNÇÕES / HISTORIA


Nuno Pereira: Autor do projecto TravessiaKayakPortugal. Desde 2009 que começou a preparar esta odisseia, com o objectivo de tentar fazer toda a costa Portuguesa em kayak de mar.
Juntou alguns amigos, criou uma equipa, e avançou com o projecto.



Rui Calado: Proprietário da loja WHATERTECH, foi o primeiro patrocinador desta aventura.
No passado Rui já tinha projectado uma odisseia como esta, mas nunca chegou a sair para o mar. Desde logo quis dar todo o apoio a Nuno Pereira, apoio esse que para ser o melhor possível era tentar, a par com o Nuno, cumprir esta meta.
Hoje em dia são grandes amigos e acima de tudo preparam-se para olhar um pelo outro durante 900km, pela nossa costa.
TravessiaKayakPortugal é hoje um projecto dos dois!


Oscar Iglesias: Um cidadão espanhol, a viver na Galiza a 700 km de Nuno. Desde o início sempre o apoiou, na tentativa de arranjar patrocínios e na criação de todos os logotipos do projecto. É hoje em dia, sem qualquer dúvida, um grande amigo de Nuno e de todos os Portugueses


Joana Marques: O braço direito de todo o projecto, namorada e acima de tudo uma grande amiga de Nuno. A colocação de mensagens no blog, contactos com patrocinadores e comunicação social, tornaram sem dúvida este pequeno projecto mais rico e conhecido, ficando em aberto uma grande expectativa na comunidade kayakista.



Carlos Martins: Crítico por natureza, sempre com uma ideia para dar, muito cedo foi apoiando Nuno.
Kayaker há muitos anos, reúne uma grande experiência que partilha com muito gosto. Nos últimos dias tem sido o artesão que personalizou o kayak para a travessia.



Tó: acima de tudo amigo de longa data, companheiro de Nuno nas suas primeiras autonomias. Ausente pela distância mas sempre presente, foi muito importante na altura em que Nuno ainda testava kayaks para fazer a travessia.
Juntamente com Carlos Martins, são sem dúvida os amigos mais chegados dentro de água.



António Carlos: conhecido por AC. Kayaker de turismo há muitos anos, remou muitas vezes sozinho. Formou fóruns (dos quais ainda hoje é administrador), tornando possível a divulgação e organização encontros entre companheiros da modalidade. Recentemente juntou-se à equipa e, ainda antes de o fazer, divulgou o projecto perante a comunicação social.
Neste momento está preparado para, em conjunto com Joana Marques e Daniel, fazerem toda a reportagem, diariamente no blog.


Daniel: o membro mais novo. Quando que é preciso pesquisar algo na net, ele é um especialista. Sempre com uma palavra amiga juntou-se recentemente à equipa, e prepara-se agora para em conjunto com António Carlos e Joana Marques fazerem diariamente a reportagem no blog.


Leonel Silva: um amigo recente. Quando é preciso alguma coisa, é o primeiro a meter mãos à obra, e um grande adepto do "faça você mesmo". Neste momento está a fabricar as duas âncoras flutuantes que Nuno e Rui vão usar durante a travessia.
É também neste momento um patrocinador, através da loja que está a montar, a Diving & Sailor.


Carlos Dias

Mário Martins


Manuel Bonito

Três elementos que muito fizeram na preparação. É graças a eles que hoje Nuno sabe esquimotar. Foi com eles que teve o primeiro contacto com rios de águas bravas, ensinando, emprestando material e acompanhando Nuno em algumas descidas. Acima de tudo são hoje grandes amigos e que vão continuar a ajudar na sua preparação.

Até hoje Nuno considera que, pela sua parte, ainda pouco foi feito. A verdadeira odisseia começa dia 03 Julho. Espera não desiludir e acima de tudo não se desiludir, por mais treino que tenha acha que nunca se está preparado, mas resta-lhe a coragem e o poder de sacrifício para mesmo assim tentar e, com um pouco de sorte vir a conseguir.

Obrigado Equipa, graças a vocês chegámos aqui, com certeza vamos conseguir o que falta.

terça-feira, 22 de junho de 2010

NOTÍCIAS DO SEIXAL

Semanário independente do concelho do seixal editou ontem noticia sobre a travessia.

Clique na imagem para ler a noticia.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

MATERIAL NECESSÁRIO

A CBC (Construções Borges & Cantante, Lda) quer dar um forte apoio a este projecto contribuindo com vários componentes para que a travessia seja um sucesso.

Para que as refeições fiquem o mais parecido com o que temos em casa, um fogão potente para poder confeccionar todo o tipo de alimentos.



Para a recuperação após um dia de exercício nada melhor que uma noite bem dormida, para tal um colchão muito confortável e compacto para poupar espaço no kayak.

Uma das ferramentas mais importantes para que as notícias e fotos diárias possam existir no Blog.

Obrigado CBC



Sobre a CBC

A empresa Construções Borges & Cantante, Lda., está implantada no mercado das obras públicas desde 1983. Está sediada na Charneca da Caparica mas opera por todo o país.

Devido às provas dadas e reconhecida idoneidade, goza de uma elevada carteira de encomendas oriundas dos mais diversos organismos entre os quais se inclui o Ministério da Defesa Nacional, Direcção Regional de Edifícios de Lisboa (DREL), Direcção Regional de Monumentos de Lisboa, Direcção Regional de Educação de Lisboa, Marinha - Direcção de Infraestruturas, Câmara Municipal de Lisboa, entre outros organismos públicos, e entidades particulares .

Do seu Currículo constam variadas obras como por exemplo: Calçada à portuguesa na Praça dos Paços do Concelho da Câmara Municipal de Cascais, Reconstrução do Refeitório dos Praças da Base de Fuzileiros (Alfeite), Construção de um Refeitório para os Serviços Sociais da Presidência do Conselho de Ministros (Palácio Foz); bem como a intervenção em vários edifícios de elevado valor patrimonial como por exemplo: Mosteiro de S. Vicente de Fora, Palácio Ratton (Tribunal Constitucional), Teatro Nacional de S. Carlos, Farol da Ponta das Lajes na Ilha de Santa Cruz das Flores (Açores), entre muitas outras...

Para garantir a total satisfação dos seus clientes a empresa Construções Borges & Cantante, Lda., assenta numa estrutura técnica sólida e competente, com conhecimentos nas mais variadas áreas da construção civil, incluindo construção e restauro na área do Património Protegido.

A correcta racionalização na utilização dos meios materiais e humanos é fundamental para garantir a qualidade na construção e o consequente controlo de custos. Para tal, a empresa Construções Borges & Cantante, Lda., imprime particular interesse no Planeamento, na Produção e no Controlo da Qualidade.

Esta Empresa foi galardoada em 2000 e 2001 com o Prémio “PME EXCELÊNCIA - CONSTRUÇÃO”.
(in http://cbc.pt/default.asp )